Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

La Petite Brune

18 de Janeiro, 2022

Entre os pingos da chuva. Até quando?

La Petite Brune

IMG_3071.jpg

Até aqui nunca me preocupei em demasia com este tema do Covid. 

Sempre cumpri com todas as normas de segurança, deixei de ir a festas/jantares/ajuntamentos. 

Vou ao essencial: supermercado, farmácia, um ou outro restaurante buscar sempre take-away.
Saímos ao jardim/parque natural. 
Pouco mais. 

E sempre vi (e vivi) a coisa de uma forma tranquila.

Mas desde que vim das férias de Natal e Ano Novo, estou a ver a coisa a descambar à nossa volta. 

Só vejo positivos em todo o lado. Em to-do o lado!

A cada dia que passa.

Colegas de trabalho, professoras dos meus filhos, colegas de turma dos meus filhos, pais dos colegas de turma dos meus filhos, etc etc etc. 

E pergunto-me: e nós? Até quando vamos conseguir escapar por entre os pingos da chuva?

Na verdade, há várias semanas que eu e o marido estamos a trabalhar em casa e ele ainda sai menos que eu. 

Mas os miúdos têm ido à escola todos os dias. E com este cenário que vejo por lá, não vejo como vamos nós escapar.

O mais surpreendente... a turma da minha filha, bebés com 1,5 anos, infetados com Covid. Bebés!!!!
Já nem falo nos miúdos de 4,5 anos (idade do meu filho). 

Acabo a pensar, se já não estive infectada e não soube. Ou qualquer um de nós os quatro. 
Não temos tido sintomas de nada, sentimos-nos como sempre, por isso sei lá eu!

Confesso que agora comecei a ficar preocupada, talvez porque nas próximas 2 semanas não podemos mesmo ficar infetados! 
Nunca é uma boa altura para isso, mas durante as próximas duas semanas, não! Por favor!

Temos que aguentar entre os pingos da chuva!

Na foto, no Domingo de manhã, descemos até ao parque natural que está mesmo atrás de nossa casa. Um luxo que eu não me canso de agradecer ao meu Deus, que nos proporciona sair de casa sem nos cruzarmos com ninguém (ou passamos bem longe) e aproveitarmos a liberdade que nos resta, o Sol que ainda é gratuito e a alegria que é a Vida.
Obrigada por isto!

 

 

 

2 comentários

  • Sem imagem de perfil

    Carlos

    20.01.22

    Caríssimo,
    As consequências, agora, são muito inferiores, de facto, mas estamos a "falar" do CURTO PRAZO!... Ninguém (nem os mais credenciados especialistas na "matéria") sabe quais as consequências/sequelas a LONGO PRAZO (dada a "tenríssima idade" que esta "doença" ainda conta)!...
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.